Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks

  E quem vai narrar as pequenas histórias?
 
"Saudosismo e saudade não são sinônimos.  Um aprisiona,
a outra se alimenta do que sente falta para criar algo novo.
Hoje de um jeito, amanhã de outro."
(J. Guimarães Rosa)
................................
Mais os amo quando volte / pois do que por fora vi /
Mais querer minha terra / E minha gente aprendi.
(Gonçalves Dias, na sua última "Canção do Exílio")
..............................
A vida não é a que a gente viveu, e sim a que a gente recorda, e como recorda para contá-la.
(Gabriel Garcia Marquez)
.............................
Não existe rua com pedras mudas nem casa sem ecos.
(Góngora)
.............................
A gente descobre que o tamanho das coisas há de ser medido pela intimidade que temos com as coisas (...) Assim, as pedrinhas do nosso quintal são sempre maiores do que as outras pedras do mundo. Justo pelo motivo da intimidade. (Manoel de Barros)
..............................
— Minas é a montanha, montanhas, o espaço erguido, a constante emergência, a verticalidade esconsa, o esforço estático; a suspensa região — que se escala. Atrás de muralhas, caminhos retorcidos, ela começa, como um desafio de serenidade. Aguarda-nos amparada, dada em neblinas, coroada de frimas, aspada de epítetos. De que jeito dizê-la? Minas: a gente olha, se lembra, sente, pensa. A gente não sabe?. (Guimarães Rosa)

Cara(o) visitante,

Falava-me sempre o velho
Zé Batista:
 
Quem vai escrever as pequenas histórias, os fatos da parentalha, os causos e os modos de dizer da nossa gente, os acontecidos de Aguinhas? Quem vai recolher os caquinhos da memória, a lembrança das pequenas coisas que todo mundo esqueceu? Quem vai dar voz aos nossos antepassados? Quem vai se lembrar daqueles que não têm história pra contar? Quem vai contar nossa luta, nossa vivência, nossa terra, nossos amores, nossa sorte, nossos azares?

Não vão ser os grandes escritores, é claro. Mas eu gostaria que fosse alguém que narrasse soltinho, sem pensar em fazer literatura, que isso é coisa de poucos. Alguém que o fizesse numa prosinha esquadrejada e fácil, desempenada e leve, lixadinha, boa de ler. Enfim, bem acabada, no capricho, que nem se fosse uma peça aprontada por um desses carapinas que têm sentimento pelo que faz. Só isso, nem um soprinho a mais. (1)

Meu avô se referia à cidade de Lambari, MG, que já foi Águas Virtuosas, e que ele, nas histórias que contava aos netos, chamava de Aguinhas, e, claro, também à parentela, aos amigos e conhecidos do lugar.

Hoje estou aqui com as minhas HISTÓRIAS DE AGUINHAS, tentando responder às suas indagações e na esperança de que meus textos tenham saído ao seu gosto.

E convido você pra estar comigo, neste espaço virtual, 
compartilhando informações, fotos e histórias de Minas, de mineirices, de casos e "causos", de escrevinhação e livros - e de outros acontecimentos novos e antigos de Aguinhas e do Sul das Gerais...

 
 
Guima, de Aguinhas, março de 2013.
 
(1)Do livro inédito: O Prosório do Pai Véio (que é como os netos chamavam o avô José Batista Guimarães)
(*) Nos últimos escritos de Gonçalves Dias, que morreu num naufrágio quando voltava para o Brasil, o poeta retornou ao seu célebre poema.
(**) Pronúncia: Agüinhas - como se houvesse o trema
(***) Acima: Capa do livro de
Roberto Capri, 1918
Informações importantes

O site GUIMAGUINHAS, como está dito acima, objetiva

 
compatilhar informações, fotos, histórias e outros acontecimentos antigos da outrora ÁGUAS VIRTUOSAS DA CAMPANHA, depois ÁGUAS VIRTUOSAS DE LAMBARY e hoje LAMBARI.

Desse modo, o site GUIMAGUINHAS:
  • Declara que não faz propaganda comercial, não vende produtos ou serviços.
  • Informa que os direitos de autor, dos livros divulgados no site, foram doados a obras assistenciais.
  • Declara que hospeda somente livros, textos e e-books e coletâneas próprios. Eventuais textos de terceiros foram disponibilizados, citados ou transcritos com autorização ou de conformidade com a legislação própria.
  • Informa que textos, e-books, coletâneas, apresentações e artigos aqui disponibilizados são de livre circulação, desde que de forma gratuita e para fins de divulgação da memória, religiosidade, tradições e culturas de nossa terra. Pedimos, apenas, a gentileza de citar a fonte original: Guimaguinhas.prosaeverso.net.
  • Solicita a informação de quaisquer problemas relativos a textos, sites, links, ?para que façamos a correção. Contato: (http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php)
  • Declara que o objetivo é compartilhar informações, histórias e fotos de nossa cidade, com vista à preservação de sua memória.
  • Solicita a quem tiver notícias, informações e fotos das pessoas ou famílias aqui mencionadas, ou quiser fazer alguma correção ou complementação aos textos aqui publicado, entre em contato conosco neste e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

As Águas Virtuosas de Lambari e a devoção a N... R$1,00
Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: