Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
27/10/2016 11h15
Voculário de Aguinhas (7) Letra "G"

Também nos divertíamos muito, lembrando ditos, expressões e

trovas populares, além de colecionar palavras em desuso na

língua, catadas tanto aos clássicos como aos matutos do

Sul de Minas Gerais.

(Do livro inédito : Pai Véio, um contador de histórias, de Antônio Lobo Guimarães)

 

Pelo que respeita à linguagem, tanto culta, como familiar ou popular,

é lá [em Minas Gerais] que me parece estar a feição primitiva.


(Gladstone C. de Melo, linguista e professor, de Campanha, MG,no livro A língua do Brasil)


Abaixo vai o número 6 da série VOCABULÁRIO DE AGUINHAS.

Confira.


Gabardina: Capa de chuva feita com essa espécie de pano.


Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Gabardina


Gaiada: Corruptela de galhada: árvores que tombam sobre os rios.

Gaita: Dinheiro.

Galocha: Espécie de calçado de borracha que se põe por cima das botas ou dos sapatos para preservá-los da umidade.

Garrotilho: Angina aguda acompanhada de sufocação.

Gastura: Aflição, inquietação, irritação nervosa.

Gata-parida: Brincadeira infantil em que crianças ficam sentadas num banco e se esforçam por expulsar uma delas, empurrando-se mutuamente.

Gatafunha: Rabisco, garatuja, letra ruim e incompre- ensível.

Geralista: O mesmo que mineiro. Dizia-se dos que nasciam na Província das Minas, nos Geraes.

Guriá: Boboca; pessoa pouco esperta, sem traquejo social. 

Glostorado: Com brilhantina no cabelo. [Refere-se à antiga brilhantina da marca Glostora.]


Par de galochas e anúncio das “Casas Ranieri”, de Belo Horizonte (MG). (Fonte: https://sumidoiro.files.wordpress.com)


(*) Fontes de consultas principais: Pequeno Dicionário da Língua Portuguesa, Aurélio Buarque de Holanda - Aurélio Eletrônico, Século XXI - Dicionário de Vocábulos Brasileiros, Beaurepaire-Roban - O Dialeto Caipira, Amadeu Amaral -Dicionário Sertanejo, Cornélio Pires - Dicionário da Terra e da Gente de Minas, Waldemar de Almeida Barbosa - Novo Dicionário da Gíria Brasileira, Manuel Viotti.


  (**) Este Vocabulário de Aguinhas faz parte do livro Menino-Serelepe - Um antigo menino levado contando vantagem, de Antônio Lobo Guimarães, pseudônimo com que Antônio Carlos Guimarães (Guima, de Aguinhas) assina a coletânea HISTÓRIAS DE ÁGUINHAS. V. o tópico Livros à Venda.


Veja os demais números desta Série:

Letra "A" - http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=36347

Letra "B" - http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=37267

Letra "C" - http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=37892

Letra "D" - http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=41044

Letra "E" - http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=42798

Letra "G" - http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=44623


 


Publicado por Guimaguinhas em 27/10/2016 às 11h15
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
22/09/2016 16h09
SITE GUIMAGUINHAS E PESQUISAS ESCOLARES

SUMÁRIO

 


Introdução

Muitos me perguntam se dá trabalho manter um site como o GUIMAGUINHAS.

Sim, claro, respondo, pois é preciso pesquisar, conversar, conseguir informações e fotos, e depois transformar isso em texto simples, objetivo, claro, em linguagem informal e tanto quanto possível agradável. Mas, claro, há também prazer, especialmente quando recebemos comentários, observações e incentivos.

E é sobre uma das maiores alegrias que o site nos proporciona que escreveremos abaixo: a que traz recordações dos meus tempos de GRUPO JOÃO BRÁULIO e GINÁSIO DUQUE DE CAXIAS, que, aliás, estão entre os temas mais acessados do site.


  Memórias do João Bráulio          Nos tempos de Ginásio


Vamos lá.

Voltar


Pesquisas escolares

Foi Lucinha Gama, minha cara professora de Geografia dos bons tempos de ginásio, quem me disse: 

— Estou gostando muito do GUIMAGUINHAS. Vou recomendá-lo às colegas professoras como fonte de pesquisas para a história de nossa cidade. 

Ter ouvido tal elogio de minha mestra foi um grande incentivo, e após isso outros professores e professoras têm me dado retorno no mesmo sentido, isto é, o site GUIMAGUINHAS vem sendo fonte de pesquisas sobre a história de Águas Virtuosas do Lambari por alunos da 1a. série.

Confiram esta msg que recebi recentemente:


A propósito deste post (aqui)


Professores estão sempre na memória

Bons professores marcam seus alunos — e os maus também, por outros motivos. Sobre alguns de meus mestres inesquecíveis, deixei histórias e registros aqui no site:

  • Dona Marcela Krauss (aqui) (aqui) (aqui) e (aqui)
  • Dona Lucinha e Chico Venturato (aqui)
  • Dona Maria Rita Lisboa (aqui)
  • Sônia Gorgulho (aqui)

E leitores do GUIMAGUINHAS têm deixado msg no site, citando saudosamente educadores lambarienses de muitas gerações. Confiram:


A propósito deste post (aqui)

A propósito deste post (aqui)

Voltar


Trabalhos Acadêmicos sobre Águas Virtuosas

Na bibliografia que conhecemos e utilizamos nos textos do site GUIMAGUINHAS (MEMÓRIAS DE AGUINHAS aqui), mencionamos alguns textos e trabalhos acadêmicos sobre a rica história de nossa cidade. E, também, fomos contatados algumas vezes por pessoas interessadas em informações e referências bibliográficas, com vistas à elaboração de artigos e textos escolares e universitários sobre aspectos de nossa história: descoberta e propriedade das águas, evolução administrativa do município, as obras fundadoras da cidade (Cassino, Lago, Farol), a Questão Minas X Werneck, etc.)

Confira essa história neste link: aqui


Referências

Mencionados acima


Voltar

 


Publicado por Guimaguinhas em 22/09/2016 às 16h09
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
18/09/2016 11h33
MEMÓRIAS POLÍTICAS DE AGUINHAS (6) - Evolução administrativa de Águas Virtuosas do Lambari

SUMÁRIO


Introdução

Diz o Atlas Chorograhico Municipal [1] que no

início do século XIV, já acreditando nos valores medicinais das águas da antiga fazenda Trás da Serra, a Câmara de Campanha compra parte dessa terra que passou a ser conhecida como Ágoa Virtuosa. Em decorrência dos valores medicinais dessas águas santas, criou-se o povoado que foi distrito de Campanha até 1901, quando é fundado o município, com o nome de Águas Virtuosas, mais tarde, Lambari. 

Essa é a síntese da história administrativa de nossa cidade, que vamos mostrar mais detalhadamente no post a seguir.


Veja também

  • As origens da Região do Lambari (aqui)
  • O Rio Lambari (aqui)

A história administrativa de LAMBARI

Em posts anteriores, já registramos, em resumo, aspectos da história administrativa de Lambari, que convém recordar. Veja estes textos:

  • Resumo histórico-administrativo de Lambari (aqui)
  • Resumo da história administrativa de Lambari (aqui)
  • A criação da Paróquia de N. S. da Saúde (aqui)

Voltar


Origem portuguesa das divisões administrativas

Como sabemos, muitas de nossas instituições político-administrativas são heranças portuguesas, e em razão de nos regimes jurídicos das Ordenações do Reino e da Constituição do Império não ter havido separação entre Igreja e Estado, as divisões administrativas dessas duas instituições se confundiam.

Assim, pela Constituição de 1824, o Brasil se constituiu numa Monarquia Parlamentar, tendo o Catolicismo como religião oficial do Estado. Em razão disso, as relações do Brasil com a Santa Sé seguiam o regime do Padroado, pelo qual os membros do clero eram funcionários e recebiam do Estado os benefícios eclesiásticos.

GLOSSÁRIO

Diocese: Circunscrição territorial sujeita à administração eclesiástica de bispo ou arcebispo.

Paróquia:  Divisão territorial de uma diocese sobre a qual tem jurisdição ordinária um sacerdote, o pároco.

Freguesia: subdivisão de uma Diocese da Igreja Católica. Termo em desuso. Usado, também, em Portugal, como subdivisão de um Conselho (=município).

Pároco:  Sacerdote encarregado de uma paróquia; vigário.

Pároco Colado: Pároco é o padre que responde por uma paróquia. Dizia-se encomendado quando era provisório, e colado quando, definitivo.

Povoação: Os habitantes de um determinado lugar ou região

Povoado: Lugarejo ou pequeno lugar habitado; arraial.

Vila: Povoação de maior importância e graduação que a aldeia e menor que a cidade.

Distrito: Subdivisão administrativa de um município, província ou cidade, que geralmente abrange mais de um bairro.

Côngrua: Pensão recebida pelos párocos para seu sustento.

Padroado: Direito de conceder benefícios eclesiásticos. Conjunto de bulas por meio das quais a Santa Sé delegava aos monarcas católicos a administração e organização da Igreja Católica em seus domínios conquistados e por conquistar. Em contrapartida, o rei padroeiro, que arrecadava os dízimos eclesiásticos, deveria construir e prover as igrejas, com todo o necessário para o culto, nomear os párocos por concursos e propor nomes de bispos, sendo estes depois formalmente confirmados pelo Papa. [Wikipedia]

Em Portugal, Freguesia era uma subdivisão de uma Diocese da Igreja Católica e uma subdivisão de um Concelho (atualmente Município). 

No Brasil, as Freguesias estavam subordinadas às Vilas, porque, aqui raramente se usava a palavra Concelho com o significado de divisão administrativa. Entre nós, se adotou o termo Município.

Freguesia tinha um Juiz de Paz e um Juiz de Órfãos e Ausentes, que exerciam, também, função judiciária.

Uma Freguesia tinha o seu vigário, e podia possuir várias capelas filiais, mesmo longe da Matriz da Freguesia.

Atualmente, não se usa mais o termo Freguesia. Na área eclesiástica, se diz Paróquia. E no âmbito administrativo e judiciário, após a Proclamação da República, passou-se a usar o termo Distrito de PazAinda hoje, o Distrito possui um Juiz de Paz, mas com funções limitadas. [2] 



1853: Requerimento do vigário encomendado Joaquim Teodoro Martins, solicitando lotação provisória na Freguesia de Águas Virtuosas do Lambary, para receber suas côngruas


 

Referência ao Juiz de Paz da Paróquia do Lambary - (Fonte: A Actualidade, Rio,16, mar, 1881)

A assembleia legislativa provincial aprova verbas para obras da igreja matriz na Freguezia do Lambary - (Fonte: A Actualidade, Rio, 24, ago, 1881)


Quadro-resumo da evolução administrativa de Águas Virtuosas do Lambary

Voltar


Série "Memórias Políticas de Aguinhas"

Confira a Série aqui: Série Memórias Políticas de Aguinhas


Referências

  1. Atlas Chorograhico Municipal - http://www.albumchorographico1927.com.br/
  2. Jus  Navigandi - https://jus.com.br
  3. Feb.ufrs.br
  4. Wikipedia
  5. Jornal A Actualidade, Rio de Janeiro, números citados.
  6. http://memoria.bn

Voltar


 

 

 

 

 

 


Publicado por Guimaguinhas em 18/09/2016 às 11h33
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
03/09/2016 07h40
AGUINHAS NA REDE - GUIMAGUINHAS e outros sites, portais e blogs com histórias, fotos e notícias de Lambari, MG

SUMÁRIO


Introdução

Como se sabe, na COLETÂNEA HISTÓRIA DE AGUINHAS (pronuncia-se Agüinhas, como se houvesse o trema), contam-se histórias e narram-se fatos reais e ficcionais baseados na vida deste autor e de seus familiares, na cidade de Lambari, MG (nessa coletânea,  a cidade de Lambari é chamada de Aguinhas).

Veja esta síntese:


A COLETÂNEA, cujas histórias se passam em Lambari (MG)

            

A história de Abigail passa-se na Aguinhas dos anos 1930/40; a de Os Curadores do Senhor, nas décadas de 1950/60, e a do Menino-Serelepe também nos anos 1950/60.


Veja no link abaixo um resumo dos livros:

  • Menino-Serelepe - Um antigo menino levado contando vantagem
  • Abigail [Mediunidade e redenção]
  • Os Curadores do Senhor
    • Novela paranormal, cuja história se passa em Lambari, nos anos 1950/60, que conta a história de uma médium de curas e de um médico e pesquisador de fenômenos paranormais, amantes de vidas passadas que se reencontram.

Voltar


O site GUIMAGUINHAS

Para divulgação das HISTÓRIAS DE AGUINHAS e bem assim de outras histórias, fotos e memórias de Águas Virtuosas do Lambary, criamos em 2013 o site GUIMAGUINHAS, visando a

"compartilhar informações, fotos e histórias de Minas, de mineirices, de casos e "causos" de escrevinhação e livros — e de outros acontecimentos novos e antigos de de Aguinhas e do Sul das Gerais..."


Voltar


Sites, portais e blogs com histórias, fotos e notícias de Lambari, MG

Abaixo vai a indicação de alguns outros sites, portais e blogs com histórias, fotos e notícias de Lambari, MG, que encontramos na rede:


JORNAL SERRA DAS ÁGUAS

  • Um bom jornal é a comunicação e a expressão de uma sociedade.
    A informação permite uma comunidade tomar consciência de sua realidade.
  • Contato: Joseane Astério

https://www.facebook.com/Jornal-Serra-das-%C3%81guas-198178443690379/

Voltar


LAMBARI EM FOTOS E TEXTOS

  • RESGATE da HISTÓRIA
    É impossível entender o presente e construir o futuro sem antes conhecer o passado.
  • Contato: Luiz Carlos Nunes

https://www.facebook.com/lambariemfotosetextos/

Voltar


GUIA DE LAMBARI

  • Guia oficial de Lambari, MG

https://www.facebook.com/guiadelambari/

Voltar


LAMBARI-MG

  • História da Estância Hidromineral de Lambari, contada através de fotos.
    Para os Lambarienses ausentes ,o povo e os turistas que frequentam essa cidade.

https://www.facebook.com/Lambari-MG-431524683553426/​ 

Voltar


LAMBARI M. GERAIS

  • Essa é uma página feita para vocês que amam Lambari 
    Aqui você encontrará fotos vídeo - Lindas paisagens de Lambari 

https://www.facebook.com/lambari.m.gerais/?hc_location=ufi

Voltar


EU CURTO LAMBARI

  • Você que mora ou morou,visita ou visitou Lambari,curta, compartilhe, postem imagens ou fotos, ajudem a promover esta cidade linda.

https://www.facebook.com/Eu-curto-Lambari-mg-301670409912919/

Voltar


FOTOS ANTIGAS DE LAMBARI

  • Lembrar é preciso!!
    É impossível entender o presente e construir o futuro sem antes conhecer o passado.

https://www.facebook.com/fotosantigasdelambari/

Voltar


PORTAL DE LAMBARI

  • O Portal de Lambari tem o objetivo de informar seus moradores e divulgar as principais notícias relacionadas ao Município do Sul de Minas Gerais.
  • Contato: portaldelambari@gmail.com

http://www.portaldelambari.com.br/

Voltar


RÁDIO TRANSMINERAL

http://www.transmineral.com.br/2012/


UMA HISTÓRIA EM LAMBARI

  • "O Livro das Águas - Uma Aventura em Águas Virtuosas" é um livro de ficção baseado na História da cidade de Lambari, MG, antes chamada Águas Virtuosas de Campanha.
  • Contato: http://professoryvan.blogspot.com.br/

https://bookstart.com.br/pt/aguasvirtuosas?ref=explore

Voltar


SITES OFICIAIS E DE ASSOCIAÇÕES

  • Prefeitura Municipal de Lambari - AQUI
  • Câmara Municipal de Lamabari - AQUI
  • ATURLAM - Associação de Turismo de Lambari - AQUI
  • AMEL - AQUI
  • ACIL/Cdl - AQUI

Voltar


Outros sites e textos


Bibliografia sobre Lambari, MG

http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/blog.php?idb=37327


Videos antigos sobre Lambari, MG

  • Vídeos antigos sobre Lambari (MG) AQUI
  • Vídeo da Seleção Brasileiro de 1966 em Lambari - AQUI

Contato

(*) Se você, caro(a) visitante, tiver informações sobre outros sites, portais ou blogs, e assim também livros, textos acadêmicos, fotos, vídeos, histórias ou informações sobre a historia e/ou memória de LAMBARI, MG, ou quiser fazer alguma correção ou complementação ao texto aqui publicado, entre em contato conosco neste e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com


Referências

  • Indicadas no texto
  • As informações e ilustrações constantes deste post foram retirados dos sites, portais e blogs citados

Voltar


Publicado por Guimaguinhas em 03/09/2016 às 07h40
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
 
08/08/2016 15h28
SÉRIE SOBRE A HISTÓRIA DO "ÁGUAS VIRTUOSAS F.C."

Abaixo um resumo da série sobre a A HISTÓRIA DO ÁGUAS VIRTUOSAS F. C, que vimos publicando no GUIMAGUINHAS.

Confira.


A Série

Posts já publicados

  1. Fundação do clube - aqui
  2. O Jockey Clube - aqui
  3. Amistosos das Décadas de 1920/30/40 - aqui
  4. A Taça Guaraína - 1a. Parte - (1941) - aqui
  5. Campo do A.V.F.C. - aqui
  6. O Estádio do A.V.F.C. aqui
  7. O orgulho esportivo do Sul de Minas (aqui)

Continuidade da Série

A série SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DO ÁGUAS VIRTUOSAS F. C. prosseguirá com os seguintes títulos:


Em preparo: Taça Guaraína - 1941- 2a. parte


Em preparo: Sócios


Em preparo: Diretorias


Referências

Nota: Esta série SUBSÍDIOS PARA A HISTÓRIA DO ÁGUAS VIRTUOSAS F.C. foi elaborada com base em livros, atas, correspondências e outros documentos existentes nos arquivos do clube.


 


Publicado por Guimaguinhas em 08/08/2016 às 15h28
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Página 6 de 64 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: