Guimagüinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
Meu Diário
27/10/2020 08h45
MEMÓRIAS DE AGUINHAS - Marcos históricos de Águas Virtuosas de Lambari (1)

Ilustração: Recorte capa. Coletânea Marcos Históricos de Águas Virtuosas de Lambari, do site GUIMAGUINHAS1253689.png

SUMÁRIO

1253689.png

APRESENTAÇÃO

Nesta série MARCOS HISTÓRICOS DE ÁGUAS VIRTUOSAS DE LAMBARI, listamos marcos fundamentais da história de nossa cidade, desde o reconhecimento da Região do Lambari (entorno do rio do mesmo nome), passando pela descoberta das águas virtuosas, no Século XVIII (1780), até a exploração das águas pela Hidrominas (anos 1960).

É uma maneira de se contar na linha do tempo, resumidamente e numa visão integradora, a história de Águas Virtuosas.

Vamos lá ao número 1 da Série.

Voltar1253689.png

MARCOS HISTÓRICOS - 1

Neste número 1, veremos o reconhecimento da Região do Lambari (1737) até a formação da povoação de Águas Virtuosas (início dos anos 1800).


Voltar1253689.png

DIVULGAÇÃO

 

Voltar1253689.png

REFERÊNCIAS

 

MARTINS, Armindo. Lambari – Cidade das Águas Virtuosas, 1949.

MILEO, José N. Ruas de Lambari. 1970.

MILEO, José N. A água mineral de Lambari. 1968

MILEO, José N. Subsídios para a história de Lambari. 1970.

CARROZZO, João. Lambari - Outrora "Cidade de Águas Virtuosas da Campanha". 3a. edição, 1985.

CARROZZO, João. História Cronológica de Lambari. 1988.

BARBOSA, RUI. Obras Completas. [Questão Minas x Werneck.] Volume XLV 1918 – Tomo IV e V. Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 1980.

http://www.lambari.mg.gov.br

http://www.camaralambari.mg.gov.br

Voltar1253689.png

Publicado por Guimaguinhas
em 27/10/2020 às 08h45
 
10/10/2020 08h20
ÁGUAS VIRTUOSAS FUTEBOL CLUBE (80) - William Dimas Nascimento [*1952 - + 2020]

Ilustração: Tucci, Dimas, Xepinha e Guima, no time do Águas Virtuosas de 1975


SUMÁRIO


APRESENTAÇÃO

Faleceu hoje, aos 67 anos de idade, William Dimas Nascimento, conhecido por Dimas [29, nov, 1952 - 10, out, 2020]

Meu amigo há mais de 50 anos — desde o time juvenil do Águas Virtuosas de 1967 até às atividades espíritas na Seara Espiritual Bezerra de Menezes nos anos atuais.

Vá com Deus, meu amigo! Deus te abençoe. Jesus te proteja. Bezerra te ampare!

Abaixo uma pequena lembrança desses anos de amizade e respeito mútuos.


FOTOS

Time do Águas Virtuosas - 1975: Edgar, Tucci, Tinz, Sérgio, Dimas e Celinho. Agachados: Zé Gabriel, Xepinha, Véio, Rubens Nélson e Décio.

Time do Águas - 1975: Em pé: Tinz, Edson, Sérgio, Pedro Guela. Tucci e Dimas. Agachados: Zé Paulo, Décio, Véio, Xepinha e Guima.

Time do Azulão - 1981: Tucci, Betinho, Dimas, Hélio e Lambari. Agachados: Rubens Nélson, Luizinho, Heitor e Helinho.

Águas dos anos 1970: em pé: Luiz Carlos, Gato, Evaldo, Dimas, Tinz, Manezinho, Edson Becão e Edgar. Agachados: Joãozinho, Aleluia, Décio, Tonho, Gabriel e Guima


DIMAS  - DO JUVENIL DO ÁGUAS - TREINANDO ENTRE OS ATLETAS DO TIME DE PROFISSIONAIS (1968)

Em 1968, após a chegada do Sr. Jaime, técnico de futebol vindo de Belo Horizonte para treinar o Águas profissional, alguns atletas do segundo time do Águas - Nego, Fausto, Negrita,  Tatá - participavam de atividades entre os profissionais (preparação física, treinos, etc.)

E, dentre os jogadores do Juvenil, o Dimas Nascimento e eu, então com 15 para 16 anos (ele um ano mais velho) fomos escolhidos para também treinar em meio aos profissionais.

Foi uma ótima fase de nossas vidas, na qual aprendemos muito sobre futebol e pudemos conviver com técnico, preparador físico e atletas profissionais vindos de diversas partes do país. 

Time profissional do AVFC, entre 1968/69, que disputava a segunda divisão para acesso à primeira.

Em pé: Jaime (técnico), Jerri, Maurício, Bulau, Pulga, Paraguaio, [?], Liu e Geraldo. Agachados: Betinho, Alemão, Miltinho, Walmando, Varlei, Rivelino, Sabadine e Sérgio Raimundi.

Publicado por Guimaguinhas
em 10/10/2020 às 08h20
 
08/10/2020 11h18
MUSEU DA IMIGRAÇÃO DE SÃO PAULO - Acesso ao acervo digital

Ilustração: Capa e-book Acervo digital do Museu da Imigração. Reprodução1253689.png

SUMÁRIO

1253689.png

APRESENTAÇÃO

Na série Imigração italiana para Águas Virtuosas de Lambari, vimos trazendo informações sobre a vinda de cidadãos italianos para nossa cidade, ocorrida no final dos anos 1800, início dos 1900 (aqui).

E lá, entre os sites de interesse sobre o tema, incluímos o



E também pusemos informações sobre como contar histórias dos avós/bisavós italianos. 

Confira (aqui)

Voltar1253689.png

ACERVO DIGITAL DO MUSEU DA IMIGRAÇÃO

O site do Museu da Imigração/Acervo Digital do Museu da Imigração é acessado, diariamente, por milhares de pessoas em busca de registros de imigrantes e de documentos que ajudam a contar a história da imigração para o Brasil.

Para realizar pesquisas mais eficientes nessa página, é necessário seguir algumas etapas e levar em consideração certas informações essenciais.

Pensando nisso, o Museu da Imigração criou um ebook com um passo a passo para auxiliar a busca no Acervo Digital. Nessa publicação especial, você poderá encontrar:

  • Dados sobre a história da Hospedaria de Imigrantes do Brás;
  • Exemplos de como realizar pesquisas eficientes;
  • Explicação de cada item do registro de matrícula na Hospedaria de Imigrantes;
  • Como encontrar informações nas listas de bordo;
  • Resumo dos outros campos de busca existentes no Acervo Digital.

Este e-book pode ser baixado gratuitamente neste link:

Voltar1253689.png

REFERÊNCIAS

Voltar1253689.png

Publicado por Guimaguinhas
em 08/10/2020 às 11h18
 
28/09/2020 12h02
IMIGRAÇÃO ITALIANA PARA MINAS GERAIS - 10o. Seminário

Ilustração: logomarca do evento. Reprodução. Uma criação do artista plástico italiano, radicado no Brasil, Guido Boletti, em homenagem ao jornalista, escritor e poeta Gianni Rodari, no ano em que se comemora o centenário de seu nascimento.


Confira, abaixo, a divulgação do evento:

10º Seminário da Imigração italiana em Minas Gerais:

6 a 10 de outubro, on line no youtube!


Com o tema “A influência italiana no Desenvolvimento, na Cultura e nos Esportes em Minas Gerais”, a 10ª edição do Seminário da Imigração Italiana em Minas Gerais apresentará estudos referentes à relação Itália-Minas em diferentes áreas do conhecimento. 

Nas mesas internacionais, o evento terá a participação de representantes de instituições governamentais e entidades da Itália e do Brasil, além de professores universitários dos dois países.  

No total serão 14 encontros, com a participação de 62 palestrantes, entre mediadores das mesas, apresentadores de trabalhos, e convidados italianos e brasileiros, durante cinco dias, de 06 a 10 de outubro, ao vivo no canal youtube do evento: Seminário Imigração Italiana MG.

As pesquisas selecionadas abrangem praticamente todas as regiões do estado e contemplam campos variados como o da história, estudos migratórios, arquitetura, fotografia, literatura, cultura alimentar, educação, esporte. E estarão presentes também histórias biográficas, memórias e trajetórias familiares, bem como a genealogia e a questão dos direitos dos imigrantes em terras estrangeiras. 

A mesa internacional de abertura, no dia 06 de outubro, terça-feira às 9h30, com o tema “A Itália no Mundo e em Minas Gerais”, terá a participação do Embaixador da Itália no Brasil,  Francesco Azzarello, da Vice-Ministra italiana das Relações Exteriores e Cooperação Internacional (MAECI)  Marina Sereni e do Secretário-geral do Consiglio Generale degli Italiani all’Estero (CGIE), Michele Schiavone.  Eles falarão das atribuições e atividades do “Sistema Itália” e a respeito da representação dos italianos no exterior que, hoje, chegam a ser mais de seis milhões (10% da população italiana). O Secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira também participará desta mesa, representando o Governo do Estado.

As outras sessões internacionais, no primeiro e no último dia do seminário, apresentarão o "Made in Italy", retratando experiências de sucesso para o desenvolvimento local sustentável, baseado na pequena e média empresa, na agricultura familiar e no  agriturismo.

Haverá também uma sessão dedicada à colaboração artística envolvendo o grupo de teatro mineiro Teatro da Pedra,  o professor da UFMG Ernani Maletta e a artista italiana Francesca della Monica.

“Vivere all’italiana”, promoção da cultura italiana e enogastronomia serão abordados na  mesa internacional de encerramento, respectivamente pelo Cônsul da Itália em Belo Horizonte, Dario Savarese; pelo Diretor do Instituto Italiano de Cultura de São Paulo, Michele Gialdroni, e pelo professor de Antropologia dos Patrimônios Culturais e Gastronômicos na Università Tor Vergata de Roma (Itália), Ernesto di Renzo, sábado 10/10 às 15 horas. 

Haverá tradução simultânea e transmissão em dois canais: italiano e português, bem como tradução em libras

Embora não seja estritamente acadêmico, o evento é uma atividade de extensão da Universidade Federal de Minas Gerais e Universidade Federal de Juiz de Fora promovido em parceria com a Associação Ponte entre Culturas e o Consiglio Generale degli Italiani all’Estero (Conselho Geral dos Italianos no Exterior) – CGIE.

O Seminário conta com o patrocínio institucional do Consulado da Itália em Belo Horizonte, com o apoio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG), do Istituto Italiano di Cultura San Paolo e de um grande número de parceiros, integrando uma rede que abrange instituições de ensino, empresas, associações de categoria e entidades culturais italianas, italo-mineiras e brasileiras.

A logomarca do evento é uma criação do artista plástico italiano, radicado no Brasil, Guido Boletti, em homenagem ao jornalista, escritor e poeta Gianni Rodari, no ano em que se comemora o centenário de seu nascimento.  Celebrando o universo criativo e a liberdade expressiva de sua obra, o 10º Seminário deseja lembrar um dos mais importantes autores italianos de literatura infanto-juvenil e poeta do século XX. 

O evento é dirigido a todos os interessados em cultura italiana, patrimônio cultural, história, genealogia, turismo das origens, bem como no intercâmbio Minas – Itália, nos mais diversos âmbitos, e a todos os italianos natos ou descendentes que desejam entender e participar mais dos processos de representação e cidadania ativa. 

A participação é pública e as inscrições são gratuitas através da Sympla, com emissão de certificados.

Veja a programação completa:  https://bit.ly/3cEHLLE

Mais informações no site: ponteentreculturas.com.br/seminario2020

REALIZAÇÃO

Ponte entre Culturas MG

Consiglio Generale degli Italiani all’Estero (CGIE)

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF - Campus Sede e Campus Governador Valadares)

PATROCÍNIO INSTITUCIONAL

Consulado da Itália em Belo Horizonte

APOIO INSTITUCIONAL

Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA-MG)

Istituto Italiano di Cultura San Paolo

Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ)

Mestrado Profissional em Administração da Fundação Pedro Leopoldo (MPAFPL)

Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS)

Instituto Federal de Minas Gerais - IFMG/Campus Governador Valadares

Universidade Vale do Rio Doce (UNIVALE)

Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - CEFET/Campus Timóteo

Faculdade Univértix - Matipó

Instituto Histórico e Geográfico de Minas Gerais (IHGMG)

Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – SEBRAE MG

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural – EMATER MG

Comitato degli Italiani all’Estero MG (COMITES MG)

APOIO CULTURAL

Academia Leopoldinense de Letras e Artes (ALLA)

Associação Comercial, Industrial e Rural de Leopoldina

Ente Friulano Assistenza Emigrati (EFASCE)

Casa d’Italia de Barbacena

Associação Ítalo Brasileira San Francesco di Paola –  Juiz de Fora

Associazione Lucchesi Toscani nel Mondo – Jacutinga

Círculo Ítalo brasileiro do Sul de Minas – Poços de Caldas

Associação Cultural Italiana do Triangulo Mineiro

Circolo Trentino de Ouro Fino

Circolo Italo Brasiliano di Ouro Fino

Circolo Ítalo brasileiro de Monte Sion

Circolo Italiano di Andradas

OSM - Central de Associações de Produtores Orgânicos do Sul de Minas

COOPFAM - Cooperativa dos Agricultores Familiares de Poço Fundo

AGRIFAM - Associação  Agricultores Familiares e Orgânicos de Andradas

Sindicato dos Trabalhadores Rurais e Agricultores Ibitiura, Andradas e Caldas MG

MEDIA PARTNER

Blog Itália no Brasil

PATROCÍNIO

Rima Industrial

Instituto Palestra Itália

Multiseg Corretora de Seguros

Aethra Sistemas Automotivos

Gatti Engenharia e Arquitetura

Cerealista Nova Safra

Lokamig Rent a Car

Miramare

Cambio Picchioni

Associação Internacional de Competências Empresariais AIC

REDES SOCIAIS

instagram.com/imigracaomg

facebook.com/SeminarioImigracaoItalianaMG

https://twitter.com/ImigracaoMG

Canal Youtube: Seminário Imigração Italiana MG 

Contato: +55 31 96800109 (WhatsApp)  ou seminarioimigracaoitalianamg@gmail.com


Fonte: 

SEMINÁRIO IMIGRAÇÃO ITALIANA EM MG - Youtube

https://www.youtube.com/channel/UC2Pau3IOCkXL6tKpTQETGTA


 

 


 

Publicado por Guimaguinhas
em 28/09/2020 às 12h02
 
27/08/2020 10h31
ÁGUAS VIRTUOSAS FUTEBOL CLUBE - Antigo bóton do A.V.F.C.

Ilustração: Antigo e raro bóton* do Águas Virtuosas Futebol Clube, pertencente ao sr. Manoel Marne Gonçalves


SUMÁRIO


APRESENTAÇÃO

 

Dias atrás, eu calibrava os pneus do carro no Posto Gregatti e usava esta camisa branca do Águas Virtuosas: 


  

(Sobre os uniformes do A.V.F. C., veja este post aqui)


De repente, um senhor alto, de óculos, que abastecia o carro, usando máscara e guardando distância, se aproximou, apontou o dedo para minha camisa, e disse:

— Lindo esse escudo do A.V.F.C em sua camisa!

— Sim, respondi, muito bonito.

— Pois eu possuo uma coisa rara do time do Águas Virtuosas. E não conheço ninguém que tenha outro igual.

— O que é? perguntei curioso.

— Um antigo bóton do Águas Virtuosas Futebol Clube.

— Que interessante, senhor! Como é mesmo o seu nome?

— Manoel, ele respondeu.

— Ah, sim. Eu sou autor de um site chamado GUIMAGUINHAS, que publica memórias de Águas Virtuosas de Lambari e do time do Águas, e gostaria de publicar uma foto desse bóton. O senhor tem como me enviar uma?

— Sim, claro, me passa seu telefone.

E foi desse rápido encontro que nasceu este post.

Vamos lá.

Voltar


ANTIGO BÓTON DO A.V.F.C.

No dia seguinte, pelo WhatsApp, fez contato comigo a sra. Lílian Marne, filha do seu Manoel, encaminhando fotos do bóton do A.V.F.C., que postamos a seguir.

Esse raro bóton é um símbolo histórico que enche de orgulho o lambariense amante do futebol e do time do A.V.F.C., ao tempo que nos deixa o amargo sentimento de saber que as atividades do grande clube foram encerradas...

Voltar


MANOEL MARNE GONÇALVES

Juntamente com as fotos do bóton, Lílian Marne encaminhou fotos de medalha comemorativa dos 50 anos de fundação da Sociedade Esportiva Palmeiras (1914-1964), clube pelo qual Manoel Marne jogou hóquei sobre patins, como goleiro. Nessa posição, foi o primeiro atleta a defender uma equipe brasileira num jogo internacional.

Confira:

 

Pois bem, a partir daí pesquisei na internet sobre Manoel Marne Gonçalves e descobri que ele escrevera livros de contos e poesias, nos quais há referências à nossa Lambari — e dele também, pois é lambariense.

Como a pandemia dificulta encontros pessoais, novamente recorri a sua filha, que me passou outras informações sobre seu pai. Manoel nasceu em 27 de junho de 1933, tendo deixado a terra natal, com toda a família em 1946, e se fixado em São Paulo. Depois de aposentado (trabalhou na Light/Eletropaulo por 36 anos), veio fazer moradia novamente entre nós.

Por parte de pai, é neto de dona Bizica e João Gonçalves, o antigo dono da fazenda em que se situa a famosa cachoeira que leva seu nome.


A cachoeira do João Gonçalves. Tela de Olímpio Portela


Por parte de mãe, é neto de dona Olga e Júlio Augusto Pinto, proprietários do Hotel Central e ele também fundador e dono do Jornal Hidrópolis, que circulou em Lambari nas primeiras décadas dos anos 1900.

Recorde-se que Júlio Pinto era também músico e compôs o Hino de Lambari, cuja letra é de Bernardo Aroeira (veja aqui).


À direita, o antigo Hotel Central

Discreto quanto aos seus contos e versos, Manoel Marne tem como hobby a equitação, a literatura, a poesia e a música.

Em post futuro vamos falar sobre o escritor e poeta.


Voltar


REFERÊNCIAS

- Agradecemos ao sr. Manoel Marne Gonçalves e à sua filha Lílian Marne as informações e fotos utilizados neste post.

- Museu Américo Werneck (foto do Hotel Central)

- Dr. Ricardo Rambaldi Leite (tela de Olímpio Portela)


  • [*] - O botão ou espécie de broche (geralmente redondo, com mensagens políticas, frases espirituosas, desenhos, símbolos etc., que se usa por modismo ou para indicar a adesão a algum movimento, causa, ideia) é hoje designado bóton, uma forma aportuguesada do inglês “button”. (Ref. Não Tropece na Língua)

Voltar


 

Publicado por Guimaguinhas
em 27/08/2020 às 10h31
Página 1 de 91
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »

Espaço Francisco de Paula Vítor (Padre Vítor)

 

Aprendizado Espírita Net

 

 

As Águas Virtuosas de Lambari e a devoção a N... R$1,00
Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: